Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nervoso Miudinho

blog humorístico (esperemos) sobre tudo e mais frequentemente sobre nada

27
Abr17

É verdade que a gravidez nos afina as prioridades

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Em absoluto. Quando me cai qualquer coisa ao chão, tem de ser mesmo muito importante para me motivar a tentar recuperar.

Follow
27
Abr17

Fado, futebol e Fátima

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

E a tolerância de ponto para a visita do Papa. O estado LAICO. Já não fomos visitados pelo Dalai Lama? Tolerância de ponto nicles. Jurava que era dia 13, certo? O nosso país é pequeno, quem quiser põe - se lá num instante no próprio dia. As ditaduras assentam em propaganda, e demora várias gerações a lavar essa influência. Outro dia falaremos do embuste que é Fátima, mas as pessoas querem acreditar, cabe a cada um. Não posso falar que a minba religião já foi os Backstreet Boys, aos doze anos, por isso... 

 

 

 

 

 

 Ps: Já agora que o assunto ainda está a quente e eu sou chatinha, de três crianças não vacinadas, só a Lúcia chegou à idade adulta. E esta hein? 

Follow
26
Abr17

O melhor que já li

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Foi o artigo do público que diz que a bioquímica faz o seu papel mas a crença é determinante para as coisas fazerem efeito, merecendo um post aqui. Outro que gostei especialmente foi que as crianças vacinadas têm 500% mais enfermidades do que as não vacinadas. Pá com este concordo em absoluto, só tive sinusite, rinite, entorses, gripes, cirurgia ao desvio septo nasal, cauterização dos cornetos porque estava viva, se tivesse morrido com quatro anos com varíola tinha morrido saudável e não tinha tido mais doença absolutamente nenhuma. Até me protegia de hipertensão e diabetes num futuro incerto. O prémio está ali entre o psicólogo clínico do artigo e as pessoas que dizem que o sarampo não existe, provado por um tribunal alemão. Devia ter apontado as melhores pérolas, quem me dera tanta imaginação para produzir textos aqui para o blog. Do pros e contras só consegui ver uns minutos que estava a ficar irritada em vez de me rir e Francisco George disse o que tenho vindo a dizer aqui, não se pode dar a palavra a especialistas com anos de trabalho sério, pesquisa e logo a seguir alguém que leu um artigo manhoso num site da net como se fossem igualmente válidos. 

Follow
26
Abr17

A mala de maternidade e a gargalhada espontânea

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Já está praticamente pronta. Além da lista que me deram onde farei o parto tenho consultado algumas dicas no Pinterest e coloquei muita coisa que não consta na lista tradicional para ser mais prática e ter mais conforto. Um dos grandes problemas são as camisas de dormir. As coleções de maternidade teimam em ser brancas, cinza claro ou azul bebé, não consigo perceber, as cores mais sujeitas a nódoas e com maior probabilidade de serem transparentes. Experimentei uma branca, em que se viam perfeitamente os mamilos todos, uma estupidez pesada, fiz questão de dar feedback à funcionária, embora saiba que não dá em nada. Os tamanhos de maternidade são uma loucura incongruente que varia em cada marca. Já experimentei um vestido S que nem em fim de tempo me servia. Esta tal camisa, era um s normal, sem ser de gravidez. Vi logo que não me servia por causa do peito. Diz a funcionária: não o seu tamanho é o s, você é só barriga. Pois. Outro problema, que não é um problema, devia estar caladinha, estou bastante satisfeita com o meu corpo de gravidez, tenho muita sorte sobretudo porque estou em casa desde o início, era muito fácil engordar e até ao momento engordei oito kg e pouco. Só me apetece comprar roupa, como estou em casa vejo mais vezes a coleção. Mas a roupa de grávida é toda igual, e como só fiz barriga tentei algumas vezes comprar roupa, é mais tentador comprar, mas fica tudo terrivelmente mal, os folhos, os vestidos, não saio sozinha senão já tinha ficado presa num vestido no provador da zara. A barriga não está enorme mas ver-me em roupa ainda é estranho, as proporções ficam alteradas e é caricato. Bem, mas vinha contar um episódio caricato. Peço o tamanho acima duma camisa de amamentação para a mala de maternidade numa loja de lingerie e a funcionária diz que não tem. Mas quer sugerir-me outro pijama. O que me sugere senão um modelo muito parecido com o que está na foto! Não contive uma gargalhada bem sonora, enquanto lhe dizia: sabe que o bebé sai mas a barriga a correr bem fica pela metade? Digam lá se não ficava toda fashion com a barriga de fora no hospital, se fizer cesariana até facilita que a cicatriz fica ali fácil de aceder para o penso. Quanto aos calções dá um jeitaço serem assim curtinhos quando se tem de usar pensos super absorventes para a hemorragia pôs parto. Ele diz logo, foste ríspida. Eu não fui ríspida, nem tive oportunidade de escolher um tom, foi demasiado espontâneo. Eu peço uma camisa de amamentação, com dupla capa no peito e suporte incluído, num tecido opaco e comprida, e ela sugere um top e calções curtos...

 

IMG_0563.PNG

 

Follow
26
Abr17

Ataque de cães a crianças

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Pois é, o problema é deixarem qualquer animal ter cães.

Follow
26
Abr17

Gravidez: o que omitem do poster cor de rosa #5

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Esta semana comprei fraldas de adulto e cuecas descartáveis para a mala da maternidade. Ahh o glamour da gravidez.

Follow
24
Abr17

Puericultura e decoração: escolher perante um mundo de opções

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Que mundo avassalador! Há tanta mas tanta opção que se torna complicado fazer escolhas, fui pesquisando e mudando de ideias algumas vezes até efectuar as compras. Dou primazia a artigos com dupla função, uma vez que o espaço é sempre uma preocupação e a economia também. Há produtos para todos os preços e há muitos com funções sobrepostas. A escolha do carrinho foi a mais pesquisada, ia optar pelo Doona, o ovo com pernas, mas é mais pesado, fica mais baixo e da bastantes problemas no uso pelo que li. Não gosto muito dos Quinny, acho pesado até para empurrar e caro demais. Optei pela Cybex que tem sempre muito boa pontuação de segurança, e é inovador, uma vez que o ovo serve como alcofa, uma vez que se estende, é óptimo porque no caso de uma visita que se prolonga nem é preciso tirar o bebé a dormir do ovo, sendo ergonômico e seguro. Além da segurança habitual traz um inovador sistema de protecção para impactos laterais. A banheira foi outra aventura, eu tenho escoliose, portanto estar dobrada na banheira nunca seria opção, aliás mesmo que não tivesse problema nenhum, então optei por banheira que tem dupla função com trocador. O berço para co-sleeping também é uma necessidade, não me cabe o berço normal ao lado da cama, e poupa tanto esforço que é um investimento e não desperdício.

 

 

 

 

 

Quanto a decoração, ando entusiasmada, culpo as hormonas, no fundo, mas não resisto a caixas de luz, almofadas em forma de nuvem ou estrela, vinis de decoração, comprei um super giro e económico na viart e outros produtos não vertbaudet, Bebitus e home sweet kids. É nestas alturas que tenho pena de não ser uma das bloggers top para receber miminhos gratuitos hehehe. Por isso Chicco, jané, water wipes, cybex, mustela, bebitus e vertbaudet sintam-se à vontade de mandar o que quiserem. Mais algumas compritas que fiz:

 

 

 

 

Follow
23
Abr17

"O que faz com que a ciência funcione deriva determinantemente da crença que temos nela" : A opinião, o jornalismo e ainda as vacinas

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Frase proferida por Rui Ramos, doutor em psicologia clínica. Frase que dita o tom de um texto que é uma verborreia triste e perigosa, mentirosa. "A bioquímica fará o seu trabalho é certo, mas a crença tornará esse efeito eficaz!"

Será altura para relembrar as palavras do astrofísico Neil deGrasse Tyson: The good thing about science is that it's true whether or not you believe in it.

Bom, estou aqui a conter-me para ser educada e civilizada, mas o senhor não compreende o processo de autorização de introdução ao mercado de um medicamento, mas o efeito placebo é por demais conhecido, e um medicamento tem que ser mais eficaz do que o efeito placebo para ser comercializado. Não. As opiniões não valem todas o mesmo. Nem são todas iguais. Vão ser especiais e únicos, os supra sumos da essência do sublime lá para o cafézinho da esquina. Um dos graves problemas que enfrentamos é este. O jornalismo tem pecado muito. É um dos grandes culpados por apresentar todos na mesma plataforma como se todas as opiniões valessem o mesmo. A internet dá voz a todos e entramos na falácia de legitimização, porque formos habituados a apenas receber informação de fontes fidedignas e isso tem sido atacado. Este artigo está assinado como voz de um profissional de saúde no Público. De um técnico superior de saúde que não diz a sua função, mas que é doutorado em psicologia clínica por isso só posso deduzir que é psicólogo. Fui ver o plano de estudos de psicologia, só para ter a certeza que não estava enganada e não ser injusta. Este senhor tem tanta competência para falar de vacinas como tem para falar de mecânica de fluidos ou de electricidade e electromagnetismo, qualquer dia está a dar pareceres em engenharia civil. Façamos uma analogia que vi na marcha de ciência, que se aplica tanto a vacinas como às mudanças climáticas, se 97% dos engenheiros vos disser que a ponte é insegura e cai a qualquer momento e 3% vos disser que a ponte está impecável, vocês levam os vossos filhos a atravessar a ponte?? Não tem uma única cadeira no curso todo em microbiologia, saúde pública, genética, imunologia, nem sequer química orgânica ou inorgânica,  bioquímica nem biologia celular e molecular. Sabe lá ele o que é uma vacina, ou um vírus, ou uma bactéria. Está a dar a cara como técnico superior de saúde no serviço nacional de saúde pelo que espero que tenha consequências de se meter na discussão de algo para qual não tem competências de falar. Que está ele a fazer a trabalhar no SNS quando dita a ciência como uma crença? Ele tem orgulho no seu grau académico senão não assinava com ele, portanto ele tem uma gradução dada por um sistema de ensino, e no ensino já acredita? Ou acredita só no grau dele e quem estuda as outras ciências não tem valor? Gostaria o doutor que nos arrogássemos todos especialistas na profissão dele e com opiniões igualmente ou mais válidas? Aliás para ele a ciência é uma crença, por isso está tudo dito, tem de se demitir imediatamente. 

 

Quem ler, pode não compreender que esta personagem apenas tem competência (terá?) para falar na área dele, e não de saúde em geral. Muito cuidado com os conselhos que tomam, a fonte é importantíssima, não vão consultar um médico para avaliar os alicerces de uma casa, ou pedir informações de vacinas a alguém que não estudou imunologia. E quando em dúvida consultem um segundo profissional devidamente credenciado.  

Follow
23
Abr17

E por favor

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Não me venham com a história de que todos os pais querem o melhor para os filhos. Isso pura e simplesmente não é verdade. Uma pessoa de merda só porque tem um filho não se torna magicamente numa pessoa melhor. Há quem de facto seja diferente para os filhos, ou o seja por um pequeno período mas depende tanto.   Paremos de alimentar esta grande mentira. Há pais que fazem mutilação genital a filhas tão novas como seis anos. Há pais que casam as filhas através arranjos de outras famílias. Há pais que diferenciam tratamento e os direitos concedidos consoante o sexo dos filhos e até a preferência entre eles. Há pais que não querem que os filhos frequentem a escola. Há pais que forçam crenças religiosas aos filhos. O chapéu de querer o melhor para os filhos não pode justificar nem ser o refúgio da ignorância, se assim fosse não havia necessidade de protecção de menores, nem escolaridade obrigatória por exemplo. Há pais que escolhem ignorância e obscurantismo desde o início dos tempos. E ocorre hoje, aqui em Portugal também. 

Follow
21
Abr17

Netflix

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

O Netflix é assim a melhor coisinha do mundo, vale bem o dinheiro da subscrição, e podem ter quatro contas com uma subscrição, portanto ainda mais económica fica, As séries originais são completamente viciantes. Desta feita, vi a série em dois dias. É assim tão boa, levanta questões importantes, faz pensar muito, embora a realidade americana seja diferente da nossa.

 

ps:ignorem as legendas em "brasileiro", foi o possível. 

Follow

Pág. 1/4

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Também estou no facebook

Follow

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

subscrever feeds

Comentários recentes

As imagens apresentadas no blog são na sua maioria retiradas da internet, se as fotos lhe pertencem e/ou têm direitos de cedência de imagem, por favor envie um email que eu retiro. nervosomiudinho@sapo.pt