Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Nervoso Miudinho

blog humorístico (esperemos) sobre tudo e mais frequentemente sobre nada

19
Fev16

Repetição e falta de argumentos

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Estou completamente enjoada da internet e da perseguição aos funcionários públicos.

Ontem li o post de destaque do 31 da armada, sobre horários de funcionamento e fiquei irritada. Com o post, no caso, que não percebe que não tem razão, mas falando em funcionários públicos tem logo acérrimos defensores a insultar os ditos funcionários públicos. No público como no privado o horário de funcionamento nunca pode ser o horário dos funcionários. Senão o resultado é chegar mais cedo todos os dias e sair tarde invariavelmente todos os dias também gratuitamente. O que pode chegar a meia hora ou mais todos os dias, o que em contas grosseiras em 40 anos de trabalho são 200 dias de trabalho gratuito, quando é perfeitamente expectável que as pessoas não consigam sair à hora proposta. Isto não são horas extraordinárias, uma hora extraordinária, é quando não está planeado e por força maior para acabar um trabalho se tem de prolongar, quando é todos os dias já é ridículo. E quantos casos conheço eu assim, aqui a questão devia ser acabar com isto, no público como no privado. 

 

Que fique claro, tenho um contrato individual de trabalho, não sou funcionária pública, embora sofra os cortes deles, o que ainda chateia mais. Todos os deveres e nenhum dos direitos. Tive alguns contratos de 6 meses, fingiam que despediam, dois dias em casa e voltava para mais 6 meses. Depois disso contratos de um ano até ficar por tempo indeterminado. Trabalho as 40 horas com um base calculado para 35 horas. Se me chateia a conversa das 35 horas, chateia imenso. Os privilégios todos? Ainda mais, a rebaldaria que era só aparecer e ser promovido? Nem imaginam como. Não imaginam como me chateia a falta de gestão e as demasiadas chefias intermédias no público e a burocracia, a falta de consequências para ingerências e ineficácia. Não imaginam mesmo a irritação com o público, mas sei ver o que é exagerado e quando não tenho razão. 

 

Os meus turnos estão à margem da lei, porque saio as 22 horas e entro no seguinte às 8 horas, isto não é legal. Perdi a conta ao números de folgas que não pude gozar, sim não recebo horas extra há muitos, muitos anos. Trabalho ao domingo e com sorte folgo numa quarta feira, isto se puder. Quantas e quantas vezes trabalhei 12 dias seguidos sem folga. Condições de trabalho? Gostava muito de as ter. 

 

Mas funcionários públicos são bem mais do que segurança social, os funcionários públicos podem funcionar em regime de turnos e trabalhar de 1 de janeiro a 31 de dezembro

 

Devíamos ter todos esses direitos, e desenganem-se não faltam profissões com muito mais regalias. Lutar para 35 horas para toda a gente, mas o governo soube colocar os trabalhadores uns contra os outros, dividir para reinar. 

As medidas políticas não surtiram efeito nenhum no sistema, só colocará, todos num mesmo saco. O funcionário que desistiu e não traz nada de novo mas ganha 1500 euros só porque trabalha há 20 anos, e um jovem empreendedor que estuda e trabalha no duro, se forma, mas está congelado nos 800. É muito pior parar 10 anos no salário de base do que parar 8 anos a meio ou no topo da tabela e ganhar 1500. 

 

Esperei em vão por políticas que viessem melhorar o sistema, e trazer igualdade, e igualar os direitos é por cima e não por baixo. Devíamos ter todos mais segurança e melhores ordenados, e o sistema criou mais precários e meteu todos os funcionários públicos num mesmo saco de incompetentes e que ganham de mais para o que fazem, quando foi o estado que lhes deu e agora os esta a penalizar e tornar alvo para distrair uns e outros. 

 

Follow

15 comentários

Diz tu também de tua justiça

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Também estou no facebook

Follow

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Comentários recentes

As imagens apresentadas no blog são na sua maioria retiradas da internet, se as fotos lhe pertencem e/ou têm direitos de cedência de imagem, por favor envie um email que eu retiro. nervosomiudinho@sapo.pt