Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nervoso Miudinho

blog humorístico (esperemos) sobre tudo e mais frequentemente sobre nada

04
Out17

Curiosíssimo

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Nós é que temos um bebé, recém nascido, ou com menos de três meses e somos nós que respeitamos horários de confraternizações. Conseguimos, a muito custo nosso e com necessidade de planeamento respeitar os horários dos convites que nos fazem ou que fazemos. Quem se está a marimbar para os horários que damos ou que eles próprios dão: todo o resto das pessoas. Fizemos um jantar no fim do primeiro mês: andar a ver horário de mamada, tratar das coisas, estava a dormir na alcofa à hora certa. As pessoas atrasaram-se mais de uma hora. Resultado: estava acordado à hora que jantámos e não pude jantar descansada. Vários almoços e jantar das mesmas pessoas: nunca à hora que é dita nem sequer no prazo de uma hora depois, já tive que dar vários toques para começarmos a comer, até sem um casal que chega sempre já estamos a comer. Resultado: mal acabamos de comer saímos e somos nós que parecermos apressados e que não convivemos, pese embora sejamos os primeiros a chegar e sempre 10 minutos antes da hora "marcada". Sabem lá vocês o que isto me chateia e me apetece falar. Só em casa da minha mãe é que um almoço à uma, está na mesa pontualmente à uma. 

Follow
25
Set17

Faz sentido

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

No Shopping a zona dos fumadores (com muito má extracção por sinal) estar exactamente em frente aos elevadores que é o único sítio pelo qual os bebés e crianças pequenas são obrigados a passar. 

Follow
22
Set17

Faz sentido

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Lojas de puericultura com corredores onde não passa o carrinho de bebé. Corredores onde passaria o carrinho mas estão cheios de produtos em exposição no caminho. 

Follow
26
Jul17

Há um tipo especial de inferno reservado às pessoas

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Que observam tudo o que fazes, ou que fazem perguntas até encontrarem qualquer coisa para que possam dizer: não podes fazer isso que se habituam. Se não houver, inventam. Como estarem a falar alto, e ele a dormir no carrinho, e tu, claro, estás a abanar o carrinho para que ele volte a dormir. É logo: não o podes habituar a dormir assim embalado senão depois só quer isso. Oh, façam me o favor de se ir encher de moscas. Estão mesmo à espera seja do que for para dizer que não podemos e estamos a fazer mal. Até se inventa quando não há. Já disse que não, li e está errado. Ah, eu tive três filhos, eu sei. Curioso, pessoas com três filhos não faltam, é só especialistas, nem sei porque há investigação, livros de profissionais, com tanto expert de trazer por casa. Mais giro, a pessoa em questão é homem, e quem tratou dos filhos foi a sogra, porque trabalhavam, sabe lá ele o que a sogra fazia para lhe adormecer os filhos. Na altura dele tinha direito ao dia do nascimento, não passou o primeiro mês na companhia dos filhos 24h/dia.No máximo é especialista nos três filhos dele, e convenhamos que lembra-se lá de há 30 anos, dos filhos com um mês, no máximo lembra-se dos filhos com meio ano, um ano. Acho que as pessoas da geração seguinte têm alguma dificuldade em aceitar que as pessoas que ajudaram a criar, estão, voila, criadas, que têm filhos próprios e que são responsáveis e autónomos. E que os anos oitenta não são modelo para nada, os cintos de segurança não eram obrigatórios nem atrás nem à frente, não havia cadeirinhas de transporte de bebés e crianças, era tudo em alcofas e uma travagem mandava a criança para o chão do veículo, e querem dizer-me para não o embalar?! 

Follow
10
Jul17

Os bebés mafiosos

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

A nossa sociedade tem várias obsessões. Uma delas é o frio. Outra são os maus hábitos de bebés. A primeira manhã em casa foi muito agitada. Passamos de um bebé calmo e que dormia bem, para um bebé com alturas do dia que não queria ser pousado no berço, precisava de colo para dormir e com algumas cólicas, só no colo conseguia libertar os gases e acalmar as dores, sendo que a maior parte do dia era calmo e até acordado ficava bem no berço. 

 

"Olha que ele habitua-se assim, não pode ser." 

Eu pedi conselho? Tenho para mim que respondi com educação a uma pergunta sobre o quotidiano dele. 

 

Não vou estar preocupada com isso agora. Tem oito dias, só tem instinto. Se quer colo é porque precisa de colo e eu vou dar. Que raio de mania. Oito dias, o bebé tinha oito dias. Mal sabe que está cá fora e não dentro de mim, já fazem do bebé um mafioso cheio de manhas e truques. Tive que dizer isto várias vezes. As pessoas saberão a diferença entre um recém nascido e um bebé?! Se ele chorou com cólicas e quer colo, não há sequer questão, não vou submete-lo a chorar novamente para meu conforto na altura em que a maioria do tempo deve estar a dormir. É que se arrogam de especialistas e oferecem conselhos sem pararnum segundo para pensar. Pensar que o bebé não tem rotina, não teve dois dias iguais porque não teve tempo para isso, que somos pais há meia dúzia de horas, que só queremos o melhor para eles e que estamos a aprender. Preocupem-se com os próprios maus hábitos, o sal, os enchidos, a carne, os doces, isso tranquilo, são capazes de racionalizar os próprios maus hábitos. Agora um bebé de oito dias precisar do colo da mãe é já para tratar. Não é um bebé de catálogo, que dorme sozinho desde o primeiro dia, mama com pega perfeita, não chora e está sempre tranquilo, é um bebé real, e ainda bem, tá,bem não tem uma mãe de catálogo, perfeita e cheia de certezas. Trata-se de rotinas dessas depois dos dois meses, já li sobre o assunto e não faltam peritos com esta opinião. 

 

Confirma-se o que já achava. Não tenho paciência para pessoas helicóptero e meterem-se demais na minha vida. 

 

Follow
16
Jun17

Os gémeos do Ronaldo e as minhas dúvidas

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Um casal que quer ter filhos está a fazer um favor aos filhos? Ou foi uma decisão unilateral do casal e em última análise fria, egoísta? 

Todos os casais com a capacidade biológica de ter filhos, têm capacidade financeira, emocional, profissional e pessoal para os ter? 

Todas as crianças têm mães e pais presentes, que os amam e contribuem financeiramente para a sua educação? 

Todas as crianças filhas biológicas de um casal, são bem tratadas, amadas, nutridas, estimuladas? 

Todos os casais fazem uma decisão informada acerca de filhos, não há pressões, interesses, jogos, ilusões, mentiras? 

Alguém faz algum inquérito ou teste psicotecnico a pessoas que têm capacidade biológica para ter filhos? 

A capacidade biológica e a disponibilidade física de um parceiro seja em que molde for dá-me mais legitimidade ou dá-me superioridade moral sobre quem não a tem? (é que aqui acabamos já com a vida aos diabéticos, querem viver azarito, produzissem insulina) 

Nenhum casal se divorcia, negligenciando os filhos? 

Qualquer pessoa pode adoptar. Quem pode ter filhos também pode adoptar. Quem lhe recomenda adoptar, adoptou? 

 

Follow
18
Mai17

Olha, olha

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Tanta gente a gastar recursos preciosos como água e oxigénio. Parece que 29% dos portugueses podia falecer e o mais certo era não deixarem grande pena. 

_20170518_154048.JPG

 

notícia do expresso

Follow
18
Mai17

Salvador, Salvador

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Qualidade, letra, música, interpretação. Finalmente ouvi a música, gostei mas não ouvi mais. Fiel à forma o país continuou com a música pimba nos programas de fim de semana à tarde, e cada vez que ouço rádio só identifico kizomba e que tais. Mas batemos no peito e é só portugueses internet fora a insultar quem não gostou da música ou do rapaz. Quando há um mês era a nossa imprensa e talvez essas mesmas pessoas a fazer o mesmo. Vi a entrevista domingo ao almoço e gostei dele. Mas entretanto, como usualmente, o país obcecou, querem saber história de vida, amores, família e tanta outra coisa dispensável e a alguém que não tem esse perfil. 

Follow
18
Abr17

Just Duet

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Deparei-me com a publicidade a este programa a semana passada. Raramente vejo tv portuguesa por isso não sei há quanto tempo está no ar. O que eu sei é que irrita profundamente a má pronunciação do nome. Está errado, muito errado. Como alguém não põe cobro a isto não sei. Estão a pronunciar Just Do It. Duet pronuncia-se doo - ET. O ênfase é no et, e não se lê como i. Se não dominam inglês, falem português, plamordedeus. 

 

Follow
17
Mar17

A cáritas está em peditório

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Juro. Hoje fui ao continente e lá estavam. Depois do escândalo estalar a semana passada de que na pior crise tinham almofada financeira de dois milhões a render no banco durante a pior crise financeira da última década. Muita gente perdeu casa, passou fome, a cáritas além das doações depende do estado financeiramente. Ainda não decidi se fazerem peditório neste timing é estupidez, tomates, audácia ou arrogância de que o povinho tem a culpa cristã bem enterrada no sub consciente e doa na mesma. Quando os vi soltei um a sério bem sonoro. Normalmente quem faz o peditório são jovens ou pessoas de meia idade, hoje curiosamente eram três idosos. 

Follow

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Também estou no facebook

Follow

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Comentários recentes

As imagens apresentadas no blog são na sua maioria retiradas da internet, se as fotos lhe pertencem e/ou têm direitos de cedência de imagem, por favor envie um email que eu retiro. nervosomiudinho@sapo.pt