Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nervoso Miudinho

blog humorístico (esperemos) sobre tudo e mais frequentemente sobre nada

26
Jul17

Há um tipo especial de inferno reservado às pessoas

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Que observam tudo o que fazes, ou que fazem perguntas até encontrarem qualquer coisa para que possam dizer: não podes fazer isso que se habituam. Se não houver, inventam. Como estarem a falar alto, e ele a dormir no carrinho, e tu, claro, estás a abanar o carrinho para que ele volte a dormir. É logo: não o podes habituar a dormir assim embalado senão depois só quer isso. Oh, façam me o favor de se ir encher de moscas. Estão mesmo à espera seja do que for para dizer que não podemos e estamos a fazer mal. Até se inventa quando não há. Já disse que não, li e está errado. Ah, eu tive três filhos, eu sei. Curioso, pessoas com três filhos não faltam, é só especialistas, nem sei porque há investigação, livros de profissionais, com tanto expert de trazer por casa. Mais giro, a pessoa em questão é homem, e quem tratou dos filhos foi a sogra, porque trabalhavam, sabe lá ele o que a sogra fazia para lhe adormecer os filhos. Na altura dele tinha direito ao dia do nascimento, não passou o primeiro mês na companhia dos filhos 24h/dia.No máximo é especialista nos três filhos dele, e convenhamos que lembra-se lá de há 30 anos, dos filhos com um mês, no máximo lembra-se dos filhos com meio ano, um ano. Acho que as pessoas da geração seguinte têm alguma dificuldade em aceitar que as pessoas que ajudaram a criar, estão, voila, criadas, que têm filhos próprios e que são responsáveis e autónomos. E que os anos oitenta não são modelo para nada, os cintos de segurança não eram obrigatórios nem atrás nem à frente, não havia cadeirinhas de transporte de bebés e crianças, era tudo em alcofas e uma travagem mandava a criança para o chão do veículo, e querem dizer-me para não o embalar?! 

Follow
24
Jul17

As visitas

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Comecemos pelo início. Ninguém mais do que eu quer mostrar esta fofura pequena, quero mostrar a toda a gente que conheço, agradecer o amor que nos dedicam e partilhar a nossa felicidade. 

Depois vem a realidade. Os primeiros 12 dias após o parto eu estava dorida, inchada, cansada e a habituar-me às minha novas responsabilidades, além de pais e irmãos era absolutamente impossível receber fosse quem fosse. Aliás, todo o primeiro mês é para esquecer. É recém nascido, é só nosso, tem poucas defesas. Por muito que quisesse receber visitas a minha prioridade máxima é ele, nem há dúvida absolutamente nenhuma. Depois estamos nós, e para nós enquanto família e para as nossas rotinas receber visitas cria caos. Há visitas que só querem mexer nele, que o agitam, e receber pessoas em casa implica não descansarmos, darmos um jeito à casa, vestir-me, pentear-me.Não aproveitar uma oportunidade para descansar, domir, tomar um banho e lanchar em condições é complicar esse dia e essa noite. Tive que rejeitar algumas visitas, adiando a maior parte. Depende sempre do dia que ele e nós estamos a ter, e não tenho remorso nenhum. Em todo o caso devia ser conhecimento comum que visitas no primeiro mês são mesmo só para avós, irmãos e dois ou três amigos muito chegados. Mais, as visitas devem respeitar os pais e o bebé, nunca acordar, mexer o mínimo possível, e não devem esperar pegar nele ao colo, a verdade é que a maioria foi assim, mas quando assim não é, a fatura que pagamos é enorme. É um recém nascido, come e dorme, terão muito tempo para interagir com todo o gosto nosso. 

Follow
23
Jul17

Satisfeitos?

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Três horas de choro. Sobre-estimulação que resultaram em horas de berros. Espero que estejam satisfeitos. Espero, sobretudo, que tenham decorado a cara dele, porque tão cedo não lhe metem a vista em cima. Nem os dedos. Enquanto me lembrar. Será importante referir que tenho óptima memória. Será difícil? Num recém nascido mexe-se com os olhos, sobretudo os fumadores que não se devem colocar a centímetros da carinha dele falando aos berros. Uma visita não acorda um bebé a dormir em nenhuma circunstância, nem para ver os olhinhos nem para ver caralho nenhum. O bebé não é o vosso adereço. Não me parece ciência espacial. Quando  mais chegadas, quanto mais família pior. Melhores visitas: pessoas sem filhos, não opinam muito, não oferecem conselhos não solicitados e obsoletos, não generalizam com base na sua experiência, respeitam os pais e o bebé. 

Follow
22
Jul17

Pouco me importa que tenham tido um ou cinquenta filhos

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Este é meu, é recém nascido e não vai andar de colo em colo. Não acordem o puto. Estão a ouvir, não acordem o puto. Foda-se, não o acordem, nesta idade come e dorme, e está perfeito. Não, provavelmente não sairá do ovo e se sair é para o meu colo. Obrigada, estou bem com ele no colo, não vai andar de colo em colo. Fiquem ou não amuados, é para o lado que durmo melhor, assim comássim só durmo uma hora de cada vez. 

Follow
10
Jul17

Os bebés mafiosos

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

A nossa sociedade tem várias obsessões. Uma delas é o frio. Outra são os maus hábitos de bebés. A primeira manhã em casa foi muito agitada. Passamos de um bebé calmo e que dormia bem, para um bebé com alturas do dia que não queria ser pousado no berço, precisava de colo para dormir e com algumas cólicas, só no colo conseguia libertar os gases e acalmar as dores, sendo que a maior parte do dia era calmo e até acordado ficava bem no berço. 

 

"Olha que ele habitua-se assim, não pode ser." 

Eu pedi conselho? Tenho para mim que respondi com educação a uma pergunta sobre o quotidiano dele. 

 

Não vou estar preocupada com isso agora. Tem oito dias, só tem instinto. Se quer colo é porque precisa de colo e eu vou dar. Que raio de mania. Oito dias, o bebé tinha oito dias. Mal sabe que está cá fora e não dentro de mim, já fazem do bebé um mafioso cheio de manhas e truques. Tive que dizer isto várias vezes. As pessoas saberão a diferença entre um recém nascido e um bebé?! Se ele chorou com cólicas e quer colo, não há sequer questão, não vou submete-lo a chorar novamente para meu conforto na altura em que a maioria do tempo deve estar a dormir. É que se arrogam de especialistas e oferecem conselhos sem pararnum segundo para pensar. Pensar que o bebé não tem rotina, não teve dois dias iguais porque não teve tempo para isso, que somos pais há meia dúzia de horas, que só queremos o melhor para eles e que estamos a aprender. Preocupem-se com os próprios maus hábitos, o sal, os enchidos, a carne, os doces, isso tranquilo, são capazes de racionalizar os próprios maus hábitos. Agora um bebé de oito dias precisar do colo da mãe é já para tratar. Não é um bebé de catálogo, que dorme sozinho desde o primeiro dia, mama com pega perfeita, não chora e está sempre tranquilo, é um bebé real, e ainda bem, tá,bem não tem uma mãe de catálogo, perfeita e cheia de certezas. Trata-se de rotinas dessas depois dos dois meses, já li sobre o assunto e não faltam peritos com esta opinião. 

 

Confirma-se o que já achava. Não tenho paciência para pessoas helicóptero e meterem-se demais na minha vida. 

 

Follow
07
Jul17

O frio

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Bebé de Junho, temperaturas nunca inferiores a 21 graus desde que nasceu. Literatura fornecida pela maternidade a avisar que os bebés têm o mesmo calor que nós e não o mito que lhes foi incutido há 30 anos, e que só devem ter mais uma camada que nós quando a dormir ou passear na rua. Já vomito o conselho do frio. Bem dizia a enfermeira que não há um bebé em Portugal que passe frio. E se fosse Novembro? Ou estivéssemos na Islândia ou Alaska?! Cada vez que me dizem, cuidado com o frio, volto a relembrar para ler novamente a informação fornecida por PROFISSIONAIS. Cúmulo, a minha sogra não dormiu com medo que o menino tivesse frio. Lá a ver, não sou eu que tenho de ter cuidado com outrem, muito menos nesta fase, são as pessoas que têm de gerir as suas neuroses e ansiedades evitando passar-me um atestado de incompetência parental. É o meu primeiro filho, as minhas ansiedades, dúvidas e incertezas bastam-me. Acho que só ficavam satisfeitas se vissem assim a criança. 

 

frio.jpg

 

Follow
04
Jul17

A Beyonce chamou a um dos filhos Sir

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

O mais giro é que no país dela esse título bem existe. Está ali taco a taco com as pessoas que chamaram Khaleesi às crianças. É por estas e outras que me considero uma visionária. Sim, eu, pode mais ninguém achar mas acho eu. Sempre disse que queria que o primeiro nome de filho meu fosse doutor ou engenheiro, assim comássim já ficava, que as propinas e estão pela hora da morte e garantia respeito das massas. Tipo Doutor Miguel relvas, esse deve estar até a ponderar mudar legalmente de nome, já se habituou ao título que lhe deu trabalhinho a forjar. 

Follow
18
Mai17

Olha, olha

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Tanta gente a gastar recursos preciosos como água e oxigénio. Parece que 29% dos portugueses podia falecer e o mais certo era não deixarem grande pena. 

_20170518_154048.JPG

 

notícia do expresso

Follow
18
Mai17

Salvador, Salvador

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Qualidade, letra, música, interpretação. Finalmente ouvi a música, gostei mas não ouvi mais. Fiel à forma o país continuou com a música pimba nos programas de fim de semana à tarde, e cada vez que ouço rádio só identifico kizomba e que tais. Mas batemos no peito e é só portugueses internet fora a insultar quem não gostou da música ou do rapaz. Quando há um mês era a nossa imprensa e talvez essas mesmas pessoas a fazer o mesmo. Vi a entrevista domingo ao almoço e gostei dele. Mas entretanto, como usualmente, o país obcecou, querem saber história de vida, amores, família e tanta outra coisa dispensável e a alguém que não tem esse perfil. 

Follow
12
Mai17

Aulas de preparação para o parto

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Já vão quase a meio, comecei tarde por problemas logísticos lá na instituição, vamos lá ver se consigo fazer todas. Não é informação propriamente nova, mas gosto de a ouvir, há sempre dicas, e gosto de o ver a colocar as dúvidas dele. Aliás, é dos poucos que não está ali a fazer um frete. Há sempre um ou outro engraçado, ou que vê um slide com períneo e há risinhos. A sério? Nas massagens, também olho em volta, entre o ar "estava melhor no sofá" , e as massagens abrutalhadas não sei qual o pior. A cada aula, dou-lhe mais valor, e estou mais certa da pessoa que escolhi para pai. Depois as mães. Há uma, que vai só em semanas alternadas, sai de lá quase a correr, pega logo no telemóvel e desata a queixar-se das aulas, que não servem para nada, que foi só perder tempo, não quer esclarecimento de epidural nenhum, diz que quanto menos souber melhor, e que não vai a aula de ensino dos puxos no trabalho de parto, que não há nada a saber, que lhe digam e ela puxa. Curiosamente quando fazemos os exercícios não acerta um, não consegue mover só a pélvis. 

Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Também estou no facebook

Follow

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

subscrever feeds

Comentários recentes

As imagens apresentadas no blog são na sua maioria retiradas da internet, se as fotos lhe pertencem e/ou têm direitos de cedência de imagem, por favor envie um email que eu retiro. nervosomiudinho@sapo.pt