Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nervoso Miudinho

blog humorístico (esperemos) sobre tudo e mais frequentemente sobre nada

26
Abr18

10 meses de amor

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Chegámos aos 10 meses, e está há mais tempo cá fora do que foi só meu. Agora é um pouco do mundo, e vai haver uma parte de mim que o vai sempre querer só meu, embora tenha plena consciência de que tenho uma sorte incrível na família que lhe escolhi. 

 

Ele está uma autêntica esponja, aprende tanto! Dá turrinhas, salta, dança, dá uns passinhos com ajuda, chama por nós, responde a perguntas, imita tudo! Imita gestos e sons, faz gargalhada forçada, quando não quer comer diz né e afasta a colher, repete ai-ai-ai-ai, um amor. Quando está a comer pede uma colher e também me dá a colher à boca, enquanto lhe dou a comida, às vezes coloco lá um pouco de sopa ou fruta e mete à boca, gosta de meter as mãos no recipiente da sopa, e vou deixando, porque li que se deve fazê-lo, para conhecer as texturas da comida, mete na boca mas não gosta de ter as mãos sujas e esfrega-as e pede-me para limpar.

 

Quando nos chama espontaneamente chama-me a mim naná e ao pai babá, direitinho mamã e papá é mais raro, por falar nisso anda super apaixonado pelo pai, quando chega está no meu colo, pede o dele,e o contrário durante largos minutos. Se chama o pai e ele não pode, chora. Passou uns dias que palrou menos e depois voltou com os tatás, natas, datas e mais umas quantas variações. O passatempo preferido é atirar coisas ao chão. Gosta muito de crianças e aponta sempre para meninos e quer-se chegar a eles, já bebés nem por isso, está na fase do medo aos desconhecidos e esconde-se em nós quando alguém se mete com ele, espera até estar longe e só depois se ri. 

Tem um boneco novo, o Beat Bo da fisher price, e de início tinha medo, depois, agarrava-se a mim e pedia para ligar, dançando agarrado a mim, agora é ele que carrega nos botões e perdeu o medo todo. 

 

Adora música, quando ouve ri-se, bate palmas e dança, abanando braços e saltando mesmo sentado. Aprendeu a dançar, levantamos a mão e perguntamos se quer dançar, agarra a mão e ri e dançamos! Quando quer dançar vai procurar a nossa mão, agarra e diz eh a pedir para cantar e dançar. Nota-se que compreende muito do que dizemos, e segue instruções muito simples, faz tu, dá, senta, anda, come, põe aqui. 

As noites seguem iguais, piores há uns dias porque me parece que os dois dentes da frente estão a querer romper, e os dois caninos, um está completamente de fora e o outro vai a meio. Desde há um mês e pouco todas as sestas que faz connosco fá-las no berço dele, no quarto dele, e há quinze dias que o primeiro sono da noite também o faz lá (com duração variavel, porque há uma mota que passa aqui perto que faz um escândalo e o desperta - como eu odeio veículos de duas rodas). Podia vangloriar-me mas a verdade é que não fiz nada diferente dos últimos dez meses, ele agora é que quer a cama dele, até porque a minha sogra não o consegue, lá faz as sestas no ovo porque não o consegue pousar no berço. Parece um relógio, passados 45 minutos, perde a chupeta, chora, tenho que lhe colocar a chupeta ou mais raramente pegar nele, acalma e depois dorme outro período variável. 

Follow
26
Abr18

Poker transatlântico

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

subo a tua saída da maternidade em top de alças e sem barriga três dias depois e saio da maternidade de salto, fresca e fofa SETE horas depois de dar à luz. 

Follow
24
Abr18

Pequenas vitórias

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

10 meses volvidos e nunca me referi a ele como príncipe. 

Follow
18
Abr18

O problema da casa de papel

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

sim, depois de duas tentativas lá estamos a ver também. Não gosto muito da língua e ainda tentei mas esbarrei com a falta de inglês. Mas depois Criou-se demasiado buzz para não ver. Dizia eu que o meu problema é com ele. Há uma semana que me fala em espanhol, que repete falas da série que repete os nomes das personagens com sotaque. Que tenta falar em espanhol para as nossas coisas do dia-a-dia e ainda me dizem hoje que há terceira temporada... 

67B8D933-FBD8-41E3-8384-D4E88660DCAB.jpeg

 

 

 

 

Follow
10
Abr18

Patrocínio e Capazes: ou cada tiro, cada melro

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

O não assunto do dia foi alvo de um texto na plataforma capazes. O texto, arrogante, com um tom sobranceiro teve como intuito defender a Carolina Patrocínio. Ora, a mulher é grandinha, não me parece que precisa que ninguém a defenda, tem muitos canais, e muito "canal" à disposição. Aliás, usa muito bem as polémicas que cria e não parece lidar nada mal com isso. De facto, quer-me parecer que sabe o "buzz" que vai criar. A pose forçada, para mostrar o corpo definido é comum, nalguma medida todas nós tentamos escolher poses que nos favoreçam. Já os acessórios devem ter sido no pós porque é uma pessoa informada, deve saber, e quem não sabe fica já a saber, há dois problemas com os acessórios: o controlo de infecção, a sala de partos não é um bloco, mas tem requisitos diferentes de um internamento (que tem alguns também), e o facto de ser uma situação com desfecho desconhecido. Se tiver de ser transferida para o bloco, para cesariana, ou mesmo que na hora tenha uma complicação e se tenha de desfibrilhar, ou usar bisturi eléctrico, é um stress para os profissionais estarem a tirar acessórios da parturiente. Era só esclarecer que tudo foi colocado no pós, e a polémica resolvia-se sozinha, até para informar, porque ela tem um alcance enorme e como esclarece acerca de tanta coisa, esta parece-me importante. 

 

Já o texto das Capazes, está tão mau, mas tão mau. Para defender alguém que não precisa de defesa, insulta umas centenas de milhares de mulheres. Fala do parto como se o que se passa seja tudo resultante da escolha das parturientes. Como se alguém que fica com ar de cadáver tenha escolhido estar às vezes 24 horas em parto latente e tenha sofrido complicações que a puseram em risco a ela e ao bebé. Ó alma ignorante há mulheres, muitas, infelizmente que morrem no parto! É preciso ser muito burro. Para não dizer pior, claro. Ou parecer um peixe balão, como se estar a soro, deitada, por várias horas em trabalho de parto seja escolha da mulher. Estar como um peixe balão, não quer só dizer estar gorda, pessoa estúpida. Ainda trata as pessoas por plebe. Porque claro, a Carolina é suposto ser realeza. Tão tacanho que até dói. Esta plataforma tem os dias contados, não tem nada a ver com feminismo, e igualdade. Porque um texto destes disponível é só um ataque a tudo isto, ao senso comum, até à gramática e sintaxe. 

PS: A única polémica mesmo é ela sentar-se numa bicicleta uns dias depois do parto, eu andei uma boa semana que até andar de carro era um suplício. 

Follow
10
Abr18

“Dá à mamã”

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

se há coisa fascinante é ver a evolução de um bebé. A confirmação de que ele compreende o que lhe dizemos. Começou a semana passada a dar objectos quando lhe peço. A mim dá sempre, até treme e com a outra mão segura a minha enquanto me pousa o que tiver nas mãos. No almoço de domingo quando a família lhe pede, pousa na palma mas não larga e retira, que giro. Ontem a minha sogra deu-lhe uma cruzeta para a mão, não conhecia o objecto. Procurou-me com o olhar e esticou a cruzeta na minha direcção para me dar voluntariamente. A cadeia de pensamento que isto implica, o facto de ele me querer dar e se rir. 

Follow
10
Abr18

Já vi amizades destruídas por menos

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

então não é que estamos a conversar casualmente e esta pessoa me diz que seu bebé dorme profundamente às 10.30 da manhã?! D-E-Z e meia. Não é gozar com os pobres? No sábado até consegui que dormisse às nove e tal mas só ele que a partir das 6 foi um projecto para que continuasse a dormir. Diz-me isto depois de duas noites de choramingas de meia em meia hora, é que foi coisa que até me doeu ler. Hás-de ter muitas amigas. 

Follow
28
Mar18

Nove meses

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

fez 40 semanas lá dentro e já fez 40 semanas cá fora.

As cá de fora são infinitamente melhores, já tenho dificuldade em recordar-me das coisas da gravidez, é nisto que nos apanham a ter mais que um filho, só conseguimos reter os sorrisos dele, e ainda bem. 

Este miúdo é um sonho, se fosse eu a escolher não tinha sabido escolher um menino assim tão recompensador. Dá um trabalho danado, mas merece cada dor de corpo, cada hora de sono perdida, tem uma energia super saudável e é um menino super activo. Nos últimos dias parece o tarzan aqui da urbe, porque quando o dispo para o banho bate no peito e  vocaliza imenso de excitado. Além de tarzan é o judoca porque diz-me ele que faz o movimento chamado guarda, na troca da fralda, já era simples trocar a fralda que não pára quieto e agora ainda pratica judo a meio. Os primeiros a quinze dias de pedir colo derreteram-me. Os últimos quinze têm sido muito cansativos, mal o pouso pede, pouso para despir/vestir e pede, até a meio da sopa pede colo. Tem atingido todas as metas de desenvolvimento, muitas cedo, o que não sendo essencial e não sendo obcecados, nos tranquilizam imenso. Começou a bater palmas e dizer adeus com 6 meses mas de uma forma super casual, ia tentando que reproduzisse mas nunca insisti, nem pedia todos os dias, não estava preocupada em que o fizesse sempre, o mesmo com o olá e mamã, já fez mas não repete sempre, tem tempo. As palminhas é mais incentivado pela minha sogra, que lhe canta muito, e ele gosta muito de música, e agora faz mesmo sempre, e continuo super calma com isso. Não estamos numa corrida, até porque continua sem grande interesse em gatinhar. Mas que adoro vê-lo a bater palmas, isso adoro, ultimamente acorda e bate palmas e é mega fofo, noto que quando está mais contente o impulso dele é bater palmas e é tão giro.  Continua a gostar muito das molduras e o pai ensinou a fazer festinhas as nossas fotos e é lindo de se ver. Tem uma bola de plástico e gosta de a largar e a ver ressaltar e fica ali um bocado a repetir. Também dança, abana-se todo com música. Anda mais interessado na Tv, ri-se muito para o genérico do HIMYM e adora os créditos no final de séries e filmes. Não o coloco a ver tv nem tablet, para evitar ecrans até aos dois anos mas não somos Amish, portanto à hora de jantar a tv está ligada e ele agora presta atenção. Na minha sogra enquanto ela trata do almoço dele ligou-lhe sempre a baby tv, não sou obcecada com a parentalidade mega positiva mas entendo que essa meia hora chega e aqui em casa eu não recorro à TV, ele já recorreu duas ou três vezes. Na hora de jantar sempre recorri a bonecos ou comandos para o entreter quando está mais chato, porque quer comer e abre a boca mas tem o hábito de afastar a colher com a mão mas por reflexo porque abre a boca e quer. Claro que se calhar nos dava mais descanso mas ainda se aguenta bem da forma como está. Aprendeu a apontar, até à semana passada inclinava-se no colo e reclamava para o levarmos a sítios, fazendo de nós a sua segway. Agora abre a mãozinha e aponta para o que quer, ao demorar abre e fecha a mão impaciente a apontar para o que quer. Na consulta dos nove meses a médica confirmou que já faz a pinça para segurar objectos. Ainda não gosta muito de texturas, ou melhor não é ainda muito competente a comer comida “inteira” mas começamos aos sete meses a dar de vez em quando comida. A semana passada provou arroz. Ainda não gatinha, mas ensaia o movimento de rabo no ar para trás e para a frente. Continua a pôr-se de pé ou em prancha, ou a sentar-se usando-nos como ajuda, trepa por nós acima. 

 

Nove meses de maternidade

E eu? Adoro o meu papel de mãe, sinto-me muito confortável. Sou muito feliz e tenho mesmo muita sorte com eles. Temos o mesmo estilo e raramente temos diferenças de opinião quanto às decisões que temos de tomar. Tinha muitos ideias e princípios, a maioria dos quais consegui manter. Mudei de opinião nalgumas coisas, cedi numas coisas com base na nossa realidade e nos sonos por exaustão minha. Mas a verdade é que os seis meses e tal não o quebraram nem um bocadinho, manteve-se sempre igual na sua relação com o berço, cada dia/noite era um dia/noite. Cada bebé é um bebé, e li centenas de casos iguais ao meu, nós somos pessoas diferentes, os bebés também são, alguma coisa tem de ser diferente porque não faltam bebés adormecidos ao colo e que quando se pousam continuam a dormir e se habituam mais facilmente. Acho que características essenciais na maternidade são mesmo a resiliência e a capacidade de resposta e de adaptação. Queria amamentar em exclusivo até aos seis meses, e não foi possível, não achei que me agarrar ao que eu tinha idealizado fosse saudável, não ia ser teimosa com algo que não era prejudicial para ele. Também queria fazer baby led weaning mas não se proporcionou.  

E eu enquanto pessoa, mulher e profissional? Estou a lidar bem com a mudança monumental da minha vida mas a verdade é que ainda não há um equilíbrio, pende completamente para as obrigações. Tenho muito pouco tempo para mim, diria que meia hora por dia, ou menos. Voltei ao exercício porque não tendo muito peso a mais, dois kg, mas em termos de tonicidade ainda tenho trabalho a fazer, mas ainda não tenho vida para ir ao ginásio. Saída com amigas e sem o bebé, duas ou três talvez e interrompidas porque ele teve que ir dar apoio à mãe, em duas. O regresso ao trabalho, a vida familiar, as sopas intermináveis e a lide doméstica estão a absorver o meu tempo todo e como ele reorganizou a vida profissional tenho alguns meses assim à minha espera. Tenho mesmo de arranjar uma empregada, porque sinto que a minha vida são máquinas de loiça/roupa e mesmo assim a casa está aquém do que gosto. Em termos profissionais, e como ele dorme assim pouco, tenho de me deitar às 22 horas para aguentar a noite e a amamentação, pelo que tenho dois artigos para escrever e um grupo de trabalho a marinar há oito meses, porque têm de ser extra-trabalho. Lido muito bem com o cansaço, estou cansada e tenho muitas dores de cabeça mas não me sinto minimamente desesperada. 

 

Follow
27
Mar18

Acabou o Stock

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

hoje mandei o último leite congelado que tinha. Comecei a fazer Stock muito cedo, tinha medo de ficar doente e não ter leite do meu para lhe dar. Esteve seis meses comigo e acabei por deitar fora algum, porque tinha um frigorífico pequeno e não conseguia gerir bem o que tinha. Agora tenho uma arca pequena vertical, o que facilitou imenso. É cansativo manter este Stock, ou estava a tratar dele, da casa, ou a tirar leite. Até que decidi deixei de tirar na hora de jantar porque os 15 minutos que estava a ver tv queria estar de facto só a fazer isso. Passei só a tirar à hora de almoço, o que tornava a hora de almoço uma correria, aliás desde que regressei ao trabalho todo o meu dia se tornou uma correria. Tirava o que conseguia nos 10 minutos que tinha e tinha sempre que suplementar com leite adaptado, mas em todo o caso como ele engorda pouco queria ter esse descanso do leite adaptado em suplemento. Este mês tem sido muito custoso, ao dia 27 não estive doente só por quatro dias, o resto do mês estive mal e deixei de ter capacidade de tirar o leite à hora de almoço, e fui usando o Stock, sem repor. Sinceramente estou com zero vontade de voltar à rotina de tirar o leite na hora de almoço, é cansativo. Vou ter de reunir força porque quero que continue a beber do meu leite de manhã, talvez faça o contrário e tire menos e faça leite adaptado e suplemente com o meu ao invés do que em feito, pelo menos até fazer um ano. 

Follow
24
Mar18

Palminhas

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

o pequeno suricata está muito proficiente nas palmas. Bate a pedido e de forma espontânea quando ouve música. Delicioso. Hoje ao adormecer de manhã cantei uma música que canto muitas vezes, com o nome dele. Estava a contar que o embalasse, como de costume, em vez disso ouviu a musica e começou a bater palmas... 

Follow

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Também estou no facebook

Follow

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

subscrever feeds

Comentários recentes

  • Happy

    Realmente pareceu um pouco demais... mas já é o te...

  • Bela

    É que não podia concordar mais. A Carolina sabe be...

  • Paula Rocha

    Essa série anda a invadir as redes sociais, fiquei...

  • Anónimo

    Bem eu também andei a aqui na pesquisa entre compr...

  • nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

    E há coisas que aprendem sozinhos, como o apontar,...

As imagens apresentadas no blog são na sua maioria retiradas da internet, se as fotos lhe pertencem e/ou têm direitos de cedência de imagem, por favor envie um email que eu retiro. nervosomiudinho@sapo.pt