Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nervoso Miudinho

blog humorístico (esperemos) sobre tudo e mais frequentemente sobre nada

08
Out15

As mamas

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Mamas são vida. Representam a vida e a sua função é assegurar a sobrevivência da espécie através da amamentação. Posto isto, este é um dos casos em que a forma ultrapassa a função. Fruto de um design vencedor, despertam interesse, atração sexual e amor. Monopolizam a atenção, não há concorrência possível. Por homens e também por mulheres, com ângulos diferentes, é certo. 

Cientes da atenção que lhes é prestada, originam uma pressão social enorme. O tamanho, a forma, a simetria, a direção, a tonicidade, as oscilações de peso e as estrias,  a ação da gravidade - essa cabra. Para não falar da amamentação propriamente dita, não faltam mulheres que queriam amamentar e não podem. Uma dor de cabeça para muitas mulheres, não é à toa a riqueza dos cirurgiões plásticos. 

Se não bastassem os padrões estéticos da sociedade, temos ainda o cabrão do cancro. Tudo o resto consome muito tempo e muita paciência, esse desgraçado consome saúde e ainda pior, infelizmente a vida. Bate cada vez mais à porta de cada vez mais mulheres, e homens também. Uma em cada oito mulheres. Os tratamentos oncológicos estão a permitir uma luta cada vez mais cerrada, com maior qualidade de vida. Mas muito ainda há a percorrer. Entrou agora em ensaio um método de diagnóstico por colheita sanguínea com um valor preditivo de metastases muito elevado, meses antes de qualquer outra pista por qualquer outro exame. 

As mulheres com cancro da mama também riem e choram independentemente do cancro. O meu conselho no apoio é sentir o que a pessoa está a precisar na amizade, não menosprezar os sentimentos, quer sejam maus ou bons e não fazer perguntas estúpidas. Porque não faltam pessoas que não pensam bem no que dizer e querem satisfazer curiosidades próprias, ou querendo fazer conversa acabam por dizer com surpresa e ênfase a mais, estás muito bem, ou pálida ou whatever. 

Até 15 mm, 90% dos tumores têm tratamento com sucesso. 

A quem estiver a passar por isto, que seja apenas um capítulo, pequeno e rápido da vossa história. 

As mamas não definem a mulher, o cabelo não define a mulher. 

Follow
06
Out15

Ainda das eleições

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Começo por um disclaimerzinho. Não vou insultar ninguém, nem mesmo quem tem suspeitas de violência doméstica, nunca trabalhou, se licenciou tarde e na privada, e começou logo a gerir empresas duvidosas. Nem os de esquerda, nem os de direita, nem quem fez um do li ta para votar.

Voto há muitos anos, e votei sempre. Loucura das loucuras, não trato os partidos como clubes de futebol.

É que vendo bem os clubes de futebol não me afectam o salário, a minha carreira, os meus impostos, e a minha dignidade para viver. E não gasto dinheiro nem com a política e com o futebol gasto muito pouco. O que isto quer dizer é que dificilmente terei votado duas vezes igual. Nem me lembro bem, só com muito esforço. Porque o meu voto é influenciado pelo estado do país, o cargo que vou eleger, o programa político, e as pessoas, talvez este último o mais importante. E porque muitas vezes voto no mal menor ou por quem não quero lá. Desta vez não queria lá ninguém, nem queria sair do euro, nem queria mais privatização, nem voltar a salvar bancos, nem esconder défices, nem mascarar taxa de desemprego, nem dar poder a quem mente e é apanhado em contradições graves em apenas quatro anos. Quem diz que o pec 4 é excessivo e que a carga fiscal é adequada e depois em quatro anos a agrava três ou quatro vezes.

Não queria mais submarinos, tecnoformas, freeport, bpn, bes e afins. 

 

A minha humilde análise é:

  • Nos últimos quatro anos fizeram-se mais greves de que eu tenho memória de haver noutro período. Na minha opinião mostra o descontentamento. 
  • Quase metade da população não foi votar. A abstenção foi assombrosa. Os motivos são vários, e desconhecimento de que em Portugal nem os votos em branco nem a abstenção fazem diferença. Para muitos a abstenção pretendia mostrar descontentamento e falta de opção válida para governar. Indiferença e ignorância em geral. E muitos, emigrados, deslocados, pessoas com informação desactualizada. Estes motivos são especulação minha, e em todo o caso, não podem ser apurados com certeza. A verdade é que as pessoas não foram. 
  • O PSD teve o segundo pior resultado desde o 25 de abril.
  • Dos 56% que foram votar, 36,8% das pessoas votaram na coligação. Menos de dois milhões de portugueses.
  • Dos 56% dos portugueses que foram votar, 32,4% votaram no PS. Apenas menos 4%,  200 e tal mil que na coligação que traduzem em mais de dez deputados.  
  • Mais de metade das pessoas que foram votar não querem que este governo continue no poder.
  • Ainda assim a maior probabilidade é que apenas dois milhões de portugueses vão permitir que este governo tome decisões por DEZ milhões de portugueses.

 

Mais chocante que isso, o pdr, partido de marinho e pinto não elegeu ninguém e recebe 170 mil euros por ano. 

Follow
06
Out15

dúvidas que me assaltam

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Antes dos blogs como é que as mulheres sabiam que carro estaciona bem, que ser família barral é que era bom, e que a água micelar quase que cura o cancro? 

 

Follow
04
Out15

É só para dizer que fui votar

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

... não tirei foto, mas declaro sob compromisso de honra, que o fiz. Não apelei ao voto, e constato tristemente que o mais provável é nunca chegar a ser parte da nata blogosférica. Oh well...

Follow
02
Out15

os aviões dos azeitonas

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Simpatizo com o grupo mas não consigo achar a música romântica. 

Primeiramente peneus não existe. Pneus, ok?

Depois a lua não é assim tão interessante para se ir visitar, nem a Nasa lá tem ido.

Depois aquela parte de ganhar o totobola, mas ainda se aposta no totobola? Isso é um bocado anos 90.

Por fim aquela parte da pistola soa-me a pacto homicídio - suicídio. Calma lá com isso que a mulher deve ser emancipada e ela ha-de ganhar dinheiro sozinha para ir à America. E ja agora qual? Do norte, centro ou sul? O continente é um bocado extenso. 

 

 

 

 

 

Follow
02
Out15

gosto de ti daqui até à lua

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

 

Não querendo ser mau feito, mas sendo, parecendo que não, gostar de alguém até à lua é gostar o mínimo possível. A lua é o nosso satélite e é o que nos fica mais perto. Num universo em expansão, gostar de alguém só a cobrir distâncias no nosso sistema solar é poucochinho. Nem até Andrómeda?

Eu tomaria como insulto. 

 

Follow
01
Out15

Nomes de que eu gosto

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Dénise

Márisa

Vánessa

Vánia

 

 

Follow

Pág. 4/4

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Também estou no facebook

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds

Comentários recentes

As imagens apresentadas no blog são na sua maioria retiradas da internet, se as fotos lhe pertencem e/ou têm direitos de cedência de imagem, por favor envie um email que eu retiro. nervosomiudinho@sapo.pt