Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Nervoso Miudinho

blog humorístico (esperemos) sobre tudo e mais frequentemente sobre nada

18
Fev20

As noites mal dormidas agora bilíngue

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Ontem estivemos basicamente desde o jantar a domar uma valente birra. Comeu as primeiras bolachas com açúcar adicionado por volta dos 19 meses depois de uma virose / otite que lhe levou muito peso. Aos dois anos provou chocolate. Desde então tem sido controlado, mas agora pede e passa mais tempo longe de mim. A rotina continua na tentativa do saudável mas ele tem um apetite para o doce bem jeitoso. Tanto que as vezes acorda a falar em bolachas de manteiga (a minha mãe calhou de comprar na confeitaria umas bolachas de manteiga conformas bonitas: mickey, unicórnios, corações e aquilo foi um mega sucesso com ele). Ontem não quis segundo prato, só falava em chocapic, na verdade a sopa era de feijão e quinoa e estava uma bomba por isso não me preocupei muito. Comeu fruta ainda a falar em chocapic. Não demos, começou o choro, 'é só dez' dizia ele enquanto nos mostrava as duas mãos, pois sabe que tem 10 dedos. Mais choro, passado um bocado, quero quatro, não cinco diz ele. Não, queres fruta, queres queijo, queres a massa do jantar? Não. Tenho fominha e quero chocapic. Eu estou a chorar, estás a dizer que não papá, diz que sim que eu estou a chorar. Aguentamos porque senão aprende que rejeita jantar e chora e depois come porcaria. Queres leite? Não. Choro. Ofereci bolachas de milho. Não quis. Entre brincadeiras mais choro. O pai sentou-se e começou a comer, aí que bom isto é; chegou-se a ele e comeu as tortitas de milho enquanto bebia leite e a birra passou. Gostou, são boas diz. Vamos para a cama e eu já estava desesperada de sono, já eram quase 23, e a cabeça já me pesava horrores. Deita-se e sabendo que fez birra diz-me fica contente mamã, sorrio. Tinha dito que não tínhamos bolachas de manteiga, vai ver a despensa, dizia também a meio da birra, na cama diz: o papa tem de ir ao supermercado, às compras, ainda lhe disse 'vai', numa última tentativa.  23h15: o Cookie Monster comeu one cookie, two cookies, three cookies, (fazendo os gestos com os dedos) mas four cookies não, porque o Cookie Monster  é blue e estava a fingir que comia as bolachas, caía tudo da boca. Passou a noite a acordar de hora a hora, pediu colinho e disse que 'tem de ser','colo da mãe que está a chorar e a mãe é grande e forte e o papá é pequenino. Não me levantei, e mesmo assim hoje sinto que peso mais 20 kilos e tenho a coluna num oito, quando giro a cabeça até lateja. 

Follow

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Também estou no facebook

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Comentários recentes

As imagens apresentadas no blog são na sua maioria retiradas da internet, se as fotos lhe pertencem e/ou têm direitos de cedência de imagem, por favor envie um email que eu retiro. nervosomiudinho@sapo.pt