Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Nervoso Miudinho

blog humorístico (esperemos) sobre tudo e mais frequentemente sobre nada

25
Jan16

Cavaco ainda é presidente

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Últimas acções como presidente, veta adopção por casais homossexuais e alterações à lei da IVG. Não faz quase nada, ao ponto de se achar que está em coma e quando faz é triste figura. Quanto às subvenções vitalícias, não me espantam. Tudo em Portugal é vitalício. Por isto esta pobre desculpa de político foi eleito para tudo o que concorreu, por isso temos pseudo celebridades forjadas em reality shows, por isso a política e a sociedade estão nas ruas da amargura.

Follow

6 comentários

  • O planeamento familiar não paga consulta, é gratuito.
    Não concordo com a taxa moderadora, mas não me incomoda fundamentalmente que a exijam, os diabéticos também não pagam consultas nem medicação e gasta-se incomensuravelmente mais em tratar diabetes mal controladas, pés diabéticos, cataratas e afins. A lei foi objecto de referendo, foi alterada pela maioria absoluta e agora foi vetada depois da maioria votar novamente mas desta vez no sentido contrário à birra do senhor.
  • Imagem de perfil

    Andy Bloig 25.01.2016 20:02

    O referendo não passou de um desperdício de dezenas de milhões de euros... pois não teve qualquer uso prático e a lei teve de ser apresentada pelos grupos parlamentares e não pelo referendo.
    É que devias saber que TODOS os referendos realizados em Portugal foram para o lixo, pois não conseguiram o mínimo de 50% mais 1 voto de eleitores inscritos, para terem a força de decreto-lei. Valeram tanto como uma sondagem de rua... pois tiveram de ser os grupos parlamentares a avançar com a legislação em vez de ser o referendo a faze-lo.
    (por isso é que acho tão giro ouvir os políticos a pedirem referendos e a darem os exemplos, pois TODOS não passaram de uma consulta popular, pois não conseguiram validar os seus resultados.)
    Sim, as leis aprovadas foram as que tiveram mais gente a votar nelas mas, não foi pelo referendo. Foram grupos parlamentares que as levaram a votação na Assembleia. (no caso da regionalização a lei ficou na gaveta)

    O que refiro é que ao terem permitido que este acto médico seja isento, está a compará-lo a uma doença crónica. (tal como fazes)
    É verdade que os diabéticos não pagam consultas de controle da doença. As outras todas são pagas. Os medicamentos tem comparticipação de 30% a 64%. Só a Insulina é que tem comparticipação a 100%, por ser um produto para evitar situações de perigo de vida.
  • Não equiparei a doença crónica, enganas-te.

    Comparei a uma situação de suposta escolha própria, ou não. E atenção que não estou a dizer que quem engravidou foi apenas e só deslize consciente, sei bem melhor que isso. Diabetes de tipo dois causada por má dieta ou exageros alimentares.
    Não só as doenças crónicas estão isentas, também casos de saúde pública. Tudo relacionado com gravidez está isento, a mulher está isenta das taxas durante toda a duração da gravidez.
    O que complica aqui são os pseudo bastiões da moralidade, que quem quer abortar tem de pagar mas quem come estupidamente sabendo que tem diabetes não tem. Como eu não faço isso para mim adequa-se a isenção na ivg, diabetes, hiv/sida, hepatite, entre outros.
    As estatísticas são claras, os números estão a reduzir na ivg. Sempre se fez ivg, antes de ser legal e depois de o ser, os moralistas em público fazem-no em privado e fora de Portugal.
    Que fique claro, nunca o fiz e muito dificilmente o faria, mas eu tenho situação económica, familiar, emocional, e a última coisa que faria era impingir um filho a quem não o quer, o que não falta são maus tratos e negligência de quem se calhar os queria quanto mais os que não os querem.
  • Imagem de perfil

    Andy Bloig 26.01.2016 08:04

    Mais de 70% dos casos de diabetes mellitus (a que referes, o tipo 2 tem várias que são mais complicadas do que "vida saudável e exercício") pioram por falta de actividade física e tipos de alimentação. No entanto, a sua origem é mesmo uma falha do corpo humano. O estilo de vida só pode manter ou reduzir as reprecursões disso. Algumas pessoas são diabéticas e só descobrem isso num incidente qualquer.
    E ao entrares na moralidade, cometes o erro que tem estado a dar força aos que quiseram bloquear a mulher de poder recorrer ao IVG.
    Viste os números de 2014? 3 em cada 4 mulheres que recorreram ao serviço público já eram repetentes. Dessas, 1 em cada 3 já o estavam a fazer pela 3 ou mais vezes. Ao ponto de uma mulher de 29 anos ter surgido nos jornais, pois já era a 16 vez que recorria ao serviço.
    Neste momento, não há desculpa para alguém ter "tantos incidentes". Se não tem responsabilidade, tem de a aprender.

    Estás a fazer uma comparação engraçada... achas que é por pagar 7,50 que as mulheres vão deixar de o fazer num serviço público e irem pagar 250 euros a uma clínica privada ou 1000 euros a uma clínica estrangeira? Algo está errado nessas contas não? (é destas coisas que os "moralistas" ganham balas para usar nas televisões e jornais...)
  • Os números que citas não estão correctos. E eu não falei só em causas falei na gestão da doença e das complicações. Exageros vai haver sempre, ninguém vai passar ou vetar uma lei porque uma mulher o fez x vezes. Esse tipo de exemplos mostram zero. O problema vai ser dela, acredita.

    E eu dei vários exemplos, diabetes, hiv, entre outros.
    Vai ver quanto de gasta em terapêutica de substituição com metadona e em antiretrovíricos. Há antriretrovíricos que cada cápsula custa 7 euros ao estado, e a terapia é dupla ou tripla, para o resto da vida.
    Eu não entrei em moralismos, estou exactamente a dizer que seja qual for o motivo de qualquer das doenças que falei têm direito a tratamento gratuito e eu concordo em absoluto com isso.
    Pensa um bocadinho, não há métodos contrceptivos 100% eficazes ponto final.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Mais sobre mim

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Também estou no facebook

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D

    subscrever feeds

    Comentários recentes

    As imagens apresentadas no blog são na sua maioria retiradas da internet, se as fotos lhe pertencem e/ou têm direitos de cedência de imagem, por favor envie um email que eu retiro. nervosomiudinho@sapo.pt