Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Nervoso Miudinho

blog humorístico (esperemos) sobre tudo e mais frequentemente sobre nada

04
Fev16

Crónicas do meu ex-senhorio #3

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

Pois é, a família do naldo teimava em crescer como minha vizinha. Não bastava ele, a mulher e a filha terem ido viver com os pais, chegado novo membro à casa... O irmão dele também foi para lá viver. Coitados daqueles pais.

Os dois irmãos eram muito parecidos. Não raras vezes perto da entrada do prédio a fumar, aparentemente sem uma única preocupação na vida. Quem fazia a limpeza do prédio era a minha senhoria e esposa dele, e nela sim, se notava uma certa vergonha nisso. Simpática, mas remetia toda e qualquer pergunta ao marido, parecia esconder-se atrás dele e não tomar parte em decisão nenhuma.

 

A porta da garagem obrigou-me a armar-me em MacGyver, avariou quando estava a sair para trabalhar, e o mecanismo manual era do mais estúpido. Tinha de puxar-se uma alavanca no lado oposto de onde, ao mesmo tempo, se empurrava a porta. Lá consegui pendurar a minha carteir, e que sorte carteiras de mulher estarem sempre a abarrotar, e lá consegui.

Este foi a derradeira avaria, e quando voltei tinha um papel colado a avisar onde os moradores se deviam dirigir para adquirir novo comando e o preço de 25 euros. Lá me dirigi a casa dos pais do senhor, que estavam a cozinhar para o regimento que ocupava a casa e deixei recado porque ele não estava.

"Quando tiver oportunidade, mas o mais cedo possível, pode deixar-nos o novo comando"

 

Agora seria boa altura para deixar registado o número absurdo de cartas de bancos que continuavamos a receber no nosso correio.

 

N: Sobe e toca-nos à porta. Ah e tal, o comando são 25 euros, já viu em minha casa são três, não posso pagar isso. Vá lá ao condomínio falar com o senhor e tratar do comando.

Neste momento estava na cozinha a tratar do jantar e quem falou foi ele: Não. Não vou a lado nenhum. Com quem eu tenho de falar é com o senhor e está falado. Quando tiver o comando, faça o favor de nos entregar.

N: É muito caro, não posso, vá lá falar com eles, até porque 25 euros é muito dinheiro. Veja lá isso então, vá lá falar e pedir o novo.

Quando ouvi isto larguei o que estava a fazer e juntei-me para ficar mais claro: Ouça, nós não pagamos, não fazemos parte do condomínio e não tratamos de nada. A legislação é bem clara, a garagem não é nossa e nós alugamos a casa com acesso à garagem.

N: Ah, olhem então dão-me por favor o vosso comando e eu vou lá falar.

 

Tudo tirado a ferros, em 36 horas já tínhamos o comando novo.

 

De notar que nesta casa actual também trocaram o portão da garagem mas tinham lá em baixo a equipa que me forneceu na hora o comando novo, e como é óbvio ninguém falou em custos.

 

Adiante e por falar em garagem. Visão do demo primeiro na garagem e depois no elevador, Naldo, com sua pança de gravidez em fim de tempo, em pijama antigo, horroroso, de calções fininho, a lembrar cetim talvez, e chinelos de quarto, claro com a sua pança marota a espreitar no fim da camisola que se provou insuficiente. E gostaria de vos dizer que esta foi a imagem mais deprimente que eu vi dele. Oh como eu gostava. Numa próxima crónica vos contarei.

 

 

Follow

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Também estou no facebook

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Comentários recentes

As imagens apresentadas no blog são na sua maioria retiradas da internet, se as fotos lhe pertencem e/ou têm direitos de cedência de imagem, por favor envie um email que eu retiro. nervosomiudinho@sapo.pt