Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Nervoso Miudinho

blog humorístico (esperemos) sobre tudo e mais frequentemente sobre nada

03
Dez18

se tem idade para pedir, já não tem idade para ter

nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

dizia eu sobre a amamentação, sempre que se falava nisso. Sem sequer me debruçar sobre o assunto, ria-me, e continuava na brincadeira sobre o tema. É que nisto da maternidade, somos todos óptimos pais, cheios de dogmas e certezas,mesmo até a altura de termos os filhos, de facto, nos braços. 

Muito gira esta frase feita, no entanto o meu filho começou a falar com oito meses, antes do ano já dizia mama e maminha. Foi-se mais uma teoria por terra. É que até ao ano é lactente. 

Engravidei. Comecei a ler sobre o tema, guidelines, recomendações. E o recomendado é em exclusivo até aos 6 meses, muito recomendado até aos 2 anos e depois até aos três. Amamentar em exclusivo até aos seis meses era a meta, até ao ano, e depois na loucura uma vez por dia até aos 18 meses. Fazer planos é imensamente giro, a malta até ocupa o tempo até vir o mundo real.

 

Não tive problemas com a amamentação, nada de mamilos em sangue, nada de dores, nem pela descida do leite dei. Depois veio um miúdo amoroso que saiu à mãe, engordar tá queto, começámos com o suplemento no primeiro mês de vida, coisa pouca, 30 ml em cada mamada e lá começou a engordar qualquer coisa mas sempre pelo mínimo (aliás começámos com a papa aos 4 meses e três semanas com a mesma promessa do engorda e nicles, primeira sopa a mesma coisa, duas sopas idem, enfim os bebés gordinhos, o bom que isso deve ser). No entanto, dar de mamar dos três aos seis meses foi um filme, daqueles, o rapaz não parava quieto, quis deixar mais vezes do que consigo contar, ficava fartinha, fiz o sacrifício pelos benefícios para ele. Fez seis meses e passado pouco tempo foi para a avó, e por se ter afastado de mim começou a gostar de mamar, e a fazê-lo mais sossegado e mais tempo seguido. De vez em quando lá parecia que ia desmamar, mas regressou sempre ao porto de abrigo. Esteve doente e fez uma pequena cirurgia de ambulatório, e voltou em força a mamar

 

As perguntas se ainda amamento e que tenho de desmamar começaram logo aos oito meses, as respostas tortas ou condescendentes começaram aos oito meses e meio.  E cá estamos, há 17 meses, a amamentar, e faço-O por ele, que até se ri quando vem mamar, porque eu estou cansada de o fazer mas vejo que para ele ainda significa muito mais que nutrição, porque já não mama como refeição desde os 9 meses, é sempre em livre demanda e ele demanda muito. As histórias do sono também soam a conto de encantar, que ele mal desmame vai dormir a noite toda, e sinceramente nem sequer penso nisso porque ouvi muito do género, que era aos três, que era com a papa, com a sopa, aos 9 , aos 12. Portanto não vou por todas as fichas nisso.

Follow

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Também estou no facebook

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Comentários recentes

  • Happy

    O problema das obras é esse mesmo, ninguém cumpre ...

  • Ana Gomes

    O que te digo é que esses programas ( que eu tambe...

  • Nuno

    Acho que deste com o carpinteiro errado. Porque si...

  • Rute

    Super arrependida de ter comprado a yammi 2!... Es...

  • nervosomiudinho.blogs.sapo.pt

    olá, obrigada!há uma tabela de conversão, basta pr...

As imagens apresentadas no blog são na sua maioria retiradas da internet, se as fotos lhe pertencem e/ou têm direitos de cedência de imagem, por favor envie um email que eu retiro. nervosomiudinho@sapo.pt